Como fazer parte da afirmação: Casais sexualmente felizes?

By 17 de março de 2017Karoll Chamone
Casais sexualmente felizes

Se você quer ter um relacionamento a dois mais íntimo, feliz e satisfatório, vem comigo que hoje o papo é pra você!
Muitos casais desejam ter a sintonia que tinham no início da relação a dois e até mesmo entre quatro paredes, não e mesmo? Mas me pergunto, quem não quer isso?
Principalmente aqueles casais que estão juntos a algum tempo e o fogo da paixão já está se apagando, entre tantas brasas ainda esperando somente uma baforada de oxigênio para soltarem novamente algumas faíscas.


Inúmeros casais sonham em ter um sexo muitas vezes, ardente e insaciável, aquele desejo estarrecedor que tinham quando mais novos, quando namoravam, enfim.
Anos de casamento, ou até mesmo uma relação duradoura e estável podem passar por momentos difíceis a convivência, quanto a inibição do desejo sexual, carência afetiva, e até mesmo de ausência de libido e de prioridades, sendo que quando o assunto é sexo, a maioria das pessoas, deixam o assunto pra depois, e a rotina se instala, o comodismo vai corroendo o tesão, e surgem os desencontros da vida, que podem afastar o casal aos poucos. Aí o que fazer?

Geralmente quando o assunto não é sexo, a maioria da pessoas investe tempo, dinheiro e determinação para melhorar os vários sentidos da vida, como uma pós graduação, um remédio para dor, até mesmo um curso de línguas, para até garantir um crescimento profissional. Porém agora eu coloco você a pensar… Porque quando o viés é sexual as pessoas não fazem o mesmo investimento, ainda mais quando é a relação sexual do casal que está em jogo? Porque o casal ainda quer algo imprevisível e emocionante, se tem o equilíbrio de estabilidade no relacionamento e não desapegam da mesmice?

O que podemos ver a cada dia em escala crescente, são casais que reclamam muito um do outro na questão sexual, mas nenhum dos dois se propõem modificar alguma coisa no cotidiano, nunca tiram tempo para programar algo diferente, e estão sempre correndo para lados opostos ambas atividades. Existe os termos mais usados entre os casais acomodados, que são: a “espera” e a “inércia” de ambos, e fazer uso diário dessas palavras magicas, não ajudará a esquentar as relações a dois, disso você pode ter certeza, muito menos ajudará a reconquistar o prazer perdido, quando este casal for se relacionar.
Muito casais não tiram sequer dois minutos do seu dia para enviarem um WhatsApp para seu cônjuge mesmo com toda facilidade de comunicação que temos hoje em dia, imagina, prepararem algo para o outro. Muitos querem e nada fazem.
Saiba que casais sexualmente felizes, alimentam a intimidade entre eles, priorizam a privacidade e nutrem a criatividade. Se temos a vida para promover os desencontros habituais, muitas vezes na rotina do casal, temo o casal que trabalha para promover os encontros dentre tantos desencontros da vida. Então que tal abrir espaço intencional para que o sexo aconteça em meio aos diversos desencontros cotidianos?
Se você se identifica com este texto, eu sugiro que você converse abertamente sendo honesta com o seu companheiro, (urgente), e combinem um dia da semana “sagrado” pra avivarem dentro de vocês o que já sentiram um pelo outro e hoje encontra-se perdido. Como num encontro marcado, resgatando a sintonia.
Por exemplo, as noites de sexta-feira, ou qualquer dia da preferência de vocês, marquem como quiserem esse compromisso com o relacionamento de vocês. Coloque um bilhetinho ao lado da cama, separem uma anotação e coloque na bolsa ou na pasta de trabalho, gravem no celular um lembrete, mas façam. Eu não estou falando pra vocês sairem às 20h, ou terem horário pra tudo, até mesmo pra hora h. Apenas sugiro que criem um compromisso importante entre vocês, criem um ambiente e um clima que favoreça o resgate do amor, do tesão, do desejo.
Existem várias coisas a se fazer, deixem os filhos com a avó por algumas horas. Preparem um jantar à luz de velas em casa, um banho juntos, uma escapada ao motel, uma massagem sensual, ou até invistam em conhecer aquele restaurante que já tiveram vontade, mas não sobrava tempo. Peçam um vinho, ouse, use uma cinta liga ou uma linda lingerie por baixo e não se esqueçam de capricharem nos beijos de língua ao se encontrarem, ao invés do tradicional selinho de “como foi seu dia”.

As preliminares para a maioria das mulheres não são aqueles cinco minutos que antecedem a penetração, soa bem mais que isso, muitas vezes é bom dia que o parceiro não deu, o desinteresse por algo que ela conquistou, ou seja, é o tratamento que ela recebe do seu parceiro durante todo o dia. Por isso os encontros marcados com o cônjuge funcionam tão bem, porque há uma preparação de clima e interesse durante as semanas que entram e que vão.
Pode ser que de início vocês sintam-se estranhos por parecer um pouco artificial se a noite logo de cara não chegar a um clímax intenso, mas logo vocês acostumam com as saídas que serão sempre diferentes, e tudo fluirá melhor, será uma novidade. Por isso se permitam, desde que vocês percebam o esforço mútuo pra se reconectarem sexualmente esta valendo a pena, invistam tempo em vocês.

Karoll Chamone

One Comment

Leave a Reply