Na relação amorosa, vocês estão evoluindo juntos ou seguem direções opostas?

By 9 de junho de 2017Karoll Chamone

Dentro de um relacionamento a dois compreensão de cada ser humano evolui a seu tempo e a sua maneira, e uma relação amorosa é sempre desafiadora, é uma construção diária considerada como uma fonte inesgotável de aprendizado.

Numa relação que há convívio diário, dentro do mesmo lar os cônjuges se ajudam no sentido de compreensão e respeito um para com o outro, buscando inspirar e valorizar quem está do lado, mas o excesso de intimidade entre ambos, desencadeia obstáculos desgastantes e superá-los exige amadurecimento de ambas as partes. Só que o crescimento humano não acontece de forma mútua, e isso acarreta um pouco mais de trabalho no desenvolvimento do casal, pois o crescimento do ser humano é pessoal, intransferível e depende tão somente do grau de consciência de cada um.

 

Por mais que haja amor, muitas vezes este amor pode vir a ser prejudicado pois a consciência dos parceiros não depende de apenas um nesta luta, e quero que você minha querida, entenda que evoluir junto com seu companheiro é realmente uma arte composta de tolerância, muita paciência, compreensão, perdão e renúncia.

Como lidar com as diferenças do casal?

O casamento é definido como uma instituição sagrada, de aprendizado, respeito e consideração para com o outro, e quando o casal consegue absorver esse ensinamento, ele está apto a entender que sendo o outro uma individualidade diferente dele, não se poderá exigir que pensem da mesma forma ou tenham ideias semelhantes sempre. O diálogo nesta instância é essencial para o entendimento de ambos quando há divergências. A partir disso é possível vocês dois construírem juntos uma relação realmente harmoniosa, leve e gostosa de se viver, apesar dos empecilhos que irão surgir dessas desigualdades.

Conforme o tempo for passando vocês chegarão num patamar de compreensão maravilhoso se houver sempre o respeito e a amizade como prioridade.

Precisamos mesmo do nosso espaço? 

Um relacionamento sadio é constituído por duas pessoas inteiras que desejam compartilhar uma vida juntos, não como a sociedade prega, a metade da laranja ou a tampa da panela, preciso deixar isso bem claro aqui. A verdade é que todo casal vive os primeiros meses com o ardor da paixão nos poros, mas é natural que cada um busque ajustar a sua individualidade à vida a dois. Só que existem os conflitos, infelizmente pelas diferenças , e eles acontecem quando um quer impor a qualquer preço o próprio conceito de vida e de nenhuma maneira considera a forma de ser e viver do outro.
Por isso quando acontece isso um sempre cede mais que o outro e então surgem as cobranças e o sentimento de rejeição.

Um casamento saudável é aquele no qual cada cônjuge tem e respeita o espaço do outro, e juntos constroem um terceiro espaço, que é o do casal. Não vale só respeitar, precisam ter um espaço de convívio em comum. Atividades juntos e interesses juntos.

A consciência e o amadurecimento.

O casal pode trabalhar nisso junto, mas você precisa saber que você e o seu parceiro só crescem quando cada um adquire por si só consciência, e essa é uma necessidade sua ou dele apenas, até porque quanto mais a consciência se amplia, maior a necessidade de evolução.
Esse é um trabalho individual e não precisa ser dolorido, apenas aceite o tempo do outro e veja com leveza o que pode vivenciar para não sofrer nesta transformação.
Entenda que por mais que você ame seu esposo, você não pode evoluir por ele. E crescer é um trabalho que precisa de esforço e continuidade, nesse patamar a mulher puxa pra ela uma carga muito pesada negativa e quer por si só reger o tempo e a velocidade da evolução e consciência do outro e acaba se frustrando pois só quem se permite, pode evoluir.

Para amadurecer para a vida, só a própria pessoa se deixa ampliar o próprio mundo para adquirir qualidades advindas do aprendizado e da prática no convívio a dois. O importante é que você e seu parceiro compreendam a necessidade de crescerem juntos, já sabendo que cada um evolui a seu tempo, mas que deve haver tanto da sua parte quanto a dele, disposição para inspirar o crescimento um do outro sem jamais desconsiderar os ganhos. É um investimento a dois que precisa do olhar mútuo, sem deixarem se perder da vista um do outro e motivando a vontade de seguir e se adequar.

No Livro “Mediando Conflitos no Relacionamento a Dois” da autora Suely Buriasco, fica claro que “As diferenças de um casal são mais certas que o amor deles, mas quando essas diferenças são ouvidas, compreendidas e respeitadas, elas provocam grande crescimento interior”.
O relacionamento a dois representa na vida de um homem e uma mulher uma grande oportunidade de progresso pessoal e, consequentemente, da relação afetiva.

O sexo

Já o sexo é importante na medida em que é para o casal, uma das melhores formas de nos ligarmos à pessoa que escolhemos ter e amamos. É evidente que não é só através do sexo que se constrói uma ligação afetiva segura. Mas a verdade é que essa forma de intimidade é um laço potentíssimo. Quanto melhor as coisas funcionam a esse nível, mais felizes somos e mais seguros nos sentimos (dentro e fora da relação). Quando não há ligação emocional, o sexo pode ser bom. Mas quando há uma conexão segura, é muito melhor, e isto o casamento e a relação duradoura pode te proporcionar. É como acontece quando você dança, quando você começa a praticar e mal conhece o seu parceiro, podem acontecer alguns percalços, alguns embaraços, é natural que até alguns desencontros, mas com a prática vem a segurança e o entusiasmo.
Por isso podemos considerar que a prática pode levar a perfeição. Então casais mais felizes, são aqueles que constroem uma ligação segura, reconhecem a importância do sexo o o usam-no como forma de se conectarem. Entregam-se sem reservas. Para sentirem o maior prazer que podem sentir.

De vez em quando há quem me pergunte se o sexo é assim tão importante numa relação amorosa. Como se pudéssemos dissociar a intimidade sexual de todo um conjunto que caracteriza um relacionamento… Essa pergunta eu deixo a você agora minha querida, quão importante ele é pra você, ao ponto de buscar avivar sua cama, a sua vida, a sua intimidade com o seu cônjuge?!

Deixe seu comentário e permita-se expandir seus horizontes, sua opinião é muito importante pra mim, vou adorar saber e conversar com você!

Beijo da Karoll Chamone

Leave a Reply