O mercado de trabalho, o código de vestimenta e a adaptação ao novo

By 30 de outubro de 2017Dariane Vale

O mercado de trabalho, em constante mudança e adaptação ao novo, sofre muitas alterações no que se refere ao código de vestimenta. Cada vez mais os jovens se tornam empreendedores, e, com eles, novas formas de se vestir, apresentando cenários mais descomprometidos, mesmo na indústria ou em ambientes mais conservadores. Apesar de uma grande maioria ainda apostar em modelos casuais para o trabalho, não devemos esquecer que, mesmo sendo casual, não significa que é preciso despreocupar-se com o que está vestindo para trabalhar.

Através do seu modo de vestir você pode alavancar a sua carreira, demonstrando assim comprometimento com a sua equipe e/ou empresa, dia após dia. Por isto mesmo a moda é tão importante para o mundo da gestão e do empreendedorismo.
Todas as roupas tem um propósito. Se você usa um chinelo ou uma rasteira, pensarei que você está indo para a praia, e não para o trabalho. Se você está usando uma calça de yoga ou de academia, pensarei que estará indo fazer uma destas atividades, e não para o trabalho, ou se o seu trabalho for nestes locais, claro. São códigos que, em qualquer época ou costumes, farão parte da moda e da gestão empresarial.
A responsável de merchandising da empresa de vestuário vintage ModCloth, Nicole Haase, explica que, tal como acontece com a moda em geral, o vestuário de trabalho começa a ser mais casual, impulsionado pela cultura de startups. No entanto, hoje, o vestuário de trabalho apresenta versatilidade, roupas que podem ser usadas dentro e fora do escritório e que podem transitar do dia para a noite. Esta é a ideia de moda que buscamos diariamente, que exercitamos dia após dia.

O segredo
O ponto forte da utilização da moda dentro da gestão é vestir-se em sintonia com o que você faz. Por exemplo, um trabalho na área financeira exige uma vestimenta mais conservadora que áreas de criatividade, como o marketing.
Como tudo na vida, o melhor e o grande segredo ainda é manter o equilíbrio nas suas escolhas e fazer do espelho o seu melhor consultor.
Se a pessoa não inventou uma empresa bilionária na sua garagem, não tem o direito de usar um capuz no trabalho – a não ser que seja Mark Zuckerberg, você não pode fazer isso. Quem concorda?

 

Saiba mais sobre Comportamento aqui

Fale conosco: contato@triaderecriese.com.br

Leave a Reply