Pompoarismo e seus segredos!

By 15 de dezembro de 2017Karoll Chamone

Você já deve ter ouvido falar em pompoarismo, uma antiga técnica oriental que tem como objetivo aumentar a consciência e controle da mulher sobre os músculos pélvicos, melhoráramos substancialmente a sua qualidade de vida.

Essa técnica consiste no fortalecimento da musculatura da região pelvica através de movimentos de contração e relaxamento.

ORIGEM
Diferente do que muitos imaginam, a técnica não é originada do tantra, mas sim de um antigo povo celta, há milhares de anos, antes mesmo do cristianismo.

Somente o nome pompoarismo é de origem tântrica, assim como o aperfeiçoamento da técnica, com o intuito de aumentar as habilidades da musculatura vaginal e proporcionar mais prazer na relação sexual.
A técnica de contrair a musculatura vaginal de forma habilidosa veio das sacerdotisas do templo da Grande Mãe na Irlanda, também chamadas de “bruxas”.

Essas mulheres tinham em mente que o ventre e a vagina eram órgãos sagrados no corpo, portais da vida, da geração e do nascimento. Por isso realizavam a técnica de contrair essa musculatura, junto ao toque dos tambores, durante os rituais de amor e fertilidade.
Para que as mulheres pudessem contrair essa musculatura com tanta presteza, acompanhando as batidas do tambor, era necessário grande treino antes dos rituais.

E isso proporcionava a elas uma habilidade maior no parto, que eram menos doloridos e mais rápidos.
Em suas relações sexuais, conquistavam seus homens com a grande habilidade que tinham em sua musculatura vaginal, dando mais prazer ao parceiro, além de sensações inusitadas.
Além das habilidades com a musculatura vaginal, essas mulheres também possuíam autoconhecimento do próprio corpo. o que fazia delas pessoas mais autoconfiantes e sedutoras. Com o passar do tempo, a técnica foi se perdendo, mas foi redescoberta pelos povos hindus e introduzida e adaptada posteriormente no tantra.

O pompoarismo trabalha com o fortalecimento dos músculos vaginais, a pelve.

Em primeiro lugar a mulher aprende a ter boa consciência de seus músculos pélvicos controlando o canal vaginal…

Essa prática pode ser excelente para aumentar a libido feminina e facilitar o orgasmo…
Quem mais se beneficia da técnica, vocês pensam que são vcs homens? Não, não, já que muitas vezes a libido se encontra diminuída pelo simples fato da mulher ter uma musculatura frouxa que não lhe permite boa sensibilidade durante a relação. Isso, por sua vez, acaba diminuindo cada vez mais o desejo e a procura pelo sexo.

Vale reforçar que é aconselhável ter orientação profissional para dominar a técnica.

No entanto, algumas mulheres não podem dispensar o acompanhamento de um especialista ao praticar o pompoarismo, como as que sentem dores durante a relação sexual ou qualquer tipo de desconforto físico durante o ato, mulheres com retenção de urina, candidíase e infecção urinária frequente. Quando acompanhado por um profissional, o pompoarismo pode inclusive ser benéfico para evitar todas essas disfunções.

Ao contrário do que muitos pensam, o pompoarismo não é somente para aumentar seu prazer sexual.
Para mulheres grávidas, que desejam realizar um parto normal, o pompoarismo pode ajuda-las a ter o controle sobre a prensa pélvica, muito importante para o parto vaginal. A técnica auxilia também na recuperação desta musculatura pós-parto e na prevenção da flacidez genital, que costumam ocorrer bastante após estes procedimentos.
Veja abaixo mais alguns benefícios da prática do pompoarismo:
1. Excelente saúde íntima
2.  Evita a flacidez vaginal tonificados a área,
3.   Prepara o canal vaginal para partos normais mais fáceis;
4.  Ajuda a manter o canal vaginal lubrificado e forte;
5.  Aumenta o fluxo sanguíneo;
6.  Pode reduzir o período menstrual;
7.  Melhora em certo ponto o funcionamento do intestino;
8.  Evita a dispareunia ou vaginismo (que provocam dores durante a penetração);
9.  Melhora sua confiança, segurança e autoestima;
10.  Evita a frouxidão vaginal, deixando a mulher mais apertadinha;
11. O melhor funcionamento do trato urinário
12.   Previne contra doenças como incontinência urinária e cólicas;
13.  Evita problemas como a queda da bexiga prolapso genital e do útero;
14. Maior prazer durante o sexo, com a paciente tendo mais capacidade de atingir e controlar o orgasmo.
15. Aumento de libido, pois restabelece a sensibilidade trabalhando os músculos da região pélvica.

Vale reforçar que mulheres com prolapso genital (bexiga caída, útero caído) resultado da perda de sustentação da bexiga ou útero, mulheres com infecção urinária ou com a musculatura tensionada, não devem realizar a prática.
Se atente-se também ao profissional que pedir para você mesma avaliar sua força interrompendo o fluxo do xixi, uma pessoa nunca deve interromper o jato de urina para avaliar a força da sua musculatura vaginal, pois isso pode causar danos aos rins.

Espero que este tema te ajude consideravelmente  a entender mais sobre a técnica e os cuidados que precisamos tomar antes de nos submetermos a realizar quaisquer procedimentos.

Beijos da Karoll Chamone

Leave a Reply