Seu marido quer mais sexo… E agora o que fazer?

By 12 de Janeiro de 2018Karoll Chamone
frequencia sexual

É mais comum do que você imagina casais se depararem com o descompasso no interesse sexual no decorrer da convivência a dois, você sabia? Se você se identifica para mais ou para menos com este assunto, saiba que você não está sozinha.

Dentro do casamento, com a convivência rotineira as coisas esfriam, isto é um fato que precisa de atenção. Por incrível que pareça no início do relacionamento a disposição para o sexo costuma ser bastante semelhante entre os parceiros, isso porque a estimulação de ambos e o interesse em descobrir mais do outro estão em alta.

O que pode ocorrer, no entanto, é que o estímulo que move esse empenho erótico inicial do envolvimento satura conforme os dias que se passam pelo costume e a mesmice do sexo que é feito. Para o homem, a atração sexual é mais forte através do sentido visual, é o que desencadeia o interesse a um objeto de desejo, o que nem sempre para ele se transforma em compromisso. Já para a mulher, a atração que ela sente por um homem pode ser entendida como oportunidade de compromisso e ao despertar este sentimento nela, desperta consequentemente a motivação sexual, o que pode gerar grande frustração para ela quando o compromisso não acontece.

Quando o interesse é despertado em ambos e este se estende, o relacionamento se estabelece, então o casal embarca intensamente na paixão, no desconhecido, na convivência cada vez mais próxima e nos planos e sonhos de uma vida compartilhada.

É o que acontece na relação equilibrada, o homem tende a prospectar uma rotina sexual sem mudanças com a sua escolhida e ela o idealiza como o parceiro para todas as horas e atividades que ela valoriza e prioriza numa relação.

Contanto, o ritmo sexual da mulher muda muito em várias fases do ciclo de vida dela, pois a mulher é afetada por sua situação hormonal, e o desequilíbrio deles afetam em grande escala as ações e o estímulo sexual, assim como acontece com o humor na TPM, as crises de choro, ou mesmo o que acontece na gravidez, na amamentação, as mudanças que o climatério ocasiona, e com a chegada da menopausa. A mulher também sofre mudanças quando sofre decepções com situações onde ela encara como uma falta de “companheirismo”, ou “falta de interesse” do parceiro, as mudanças mais drásticas no emocional e no fisiológico da mulher podem ser ocasionadas também pelo tipo de tratamento dado a ela, por seu amado em dias normais. Todavia, as coisas nem sem sempre caminham numa boa direção, e tão certo como existem os conflitos, nascem as insatisfações e muitos problemas podem ficar sem resolução, interferindo gravemente na vida sexual do casal gerando as tão temidas crises.

Quando a relação sexual do casal está mal, observa-se que a comunicação deste casal também sofre com os desentendimentos, e as decepções ocorrem. Para a vida sexual caminhar bem, a relação de intimidade entre as duas pessoas tem que ser constantemente renovada e realinhada ao longo da jornada de convivência do casal, e se não houver constância nas atitudes agradáveis de um para com o outro, a relação tende a piorar.

Talvez seja esse o seu caso, você se vê afastada do seu companheiro sexualmente? Ele tem facilidade de querer se envolver e você não mais? Este círculo se formou por deixarem os problemas sem resolução, e quando percebem já estão sendo levados pelos desentendimentos como numa bola de neve, não sobrando espaço para se curtirem e se descobrirem novos amantes, ou pelo cansaço que você enfrenta dia-a-dia? Caso seja isto que está preocupando você de não ter motivação, observe, é preciso verificar até que ponto da história de vocês a relação íntima funcionou muito bem e o que acontecia para que ela funcionasse bem, o que está impedindo vocês de viverem uma vida sexual melhor que agora?

 

Você precisa se atentar a sua saúde e estar em dia com ela também, as alterações podem prejudicar a libido, identifique o mais rápido o que é prioridade em seu casamento e separe no mínimo um dia em acordo com seu parceiro, para que vocês dois se curtam como merecem, (na semana ou mesmo final de semana pelo menos), é uma opção, isto se a sua intimidade a dois for realmente importante para você conquistar o casamento duradouro que você espera.

.
Vale esclarecer que o ritmo sexual de cada um até pode ser diferente, contudo, isso não impede que vocês entrarem num consenso, encontrarem o meio-termo que torne o contato íntimo confortável, agradável e satisfatório para ambos. Uma boa opção para se resgatar o desejo e vontade de curtirem sozinhos é realizando alguma atividade que realizavam quando eram namorados, isso aguça e aviva o sentimento, relembrar aquela música que os inspiravam, sair como antes, ou até mesmo preparar uma surpresa.

Uma coisa é certa: Se o seu marido deseja sexo com você todos os dias, agora é você que precisa descobrir o que você deseja com ele e como chegar lá. Vocês são pessoas diferentes e tem necessidades diferentes, a questão não é fazer a vontade dele nem a sua, mas encontrar uma saída criativa para a comunicação dos sentimentos entre vocês, até que revelem um ponto de partida para que possam progredir, permitindo uma troca sexual equilibrada e prazerosa para ambos os lados. Vamos lá, vamos avaliar e fazer uma consultoria para entender um pouco mais qual sua real necessidade nesta união? Entre em contato comigo comentando este post que eu entrarei em contato com você!

Espero ter auxiliado você que se identifica com estas palavras a melhorar sua parceria sexual!

Beijinhos da Karoll Chamone

Leave a Reply